• Icepe – Português para Estrangeiros

10 motivos para você reconhecer o português como língua internacional

Atualizado: Ago 27

Listamos aqui dez motivos para que você, falante nativo ou aprendiz de português, ajude a espalhar boas notícias sobre a língua portuguesa:


1. O português é a quarta língua mais falada no mundo

De acordo com o Instituto Camões, o português é falado por mais de 261 milhões de pessoas. Em 2050, serão mais de 380 milhões de falantes. São 9 países em 5 continentes, 10,8 milhões de km² ocupados pela língua portuguesa. E 3,8% da população mundial fala português.

Fonte: http://www.instituto-camoes.pt


2. O mercado de trabalho internacional precisa de falantes de português

Os processos migratórios fizeram com que as comunidades lusófonas estivessem presentes não apenas nos países de língua oficial portuguesa. A presença desses grupos, também consumidores no exterior, aumenta a procura por suporte em língua portuguesa dentro de empresas como o Google, o Facebook, a Apple e a Netflix. O português também é língua oficial de 32 organizações internacionais, de organismos ibero-americanos e de organismos nas Nações Unidas.


3. A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) tem iniciativas que vão além da irmandade linguística

Fundada oficialmente em julho de 1996, a CPLP tem como objetivo ajudar na integração de seus países-membros em várias esferas: educação, cultura, ciência e tecnologia, defesa, justiça, esportes, segurança pública, dentre outras. O Plano de Ação contra o trabalho infantil, por exemplo, é feito em conjunto com a Organização Internacional do Trabalho e já tem colhido frutos.


4. Universidades e escolas mundo afora ensinam o português como Língua Adicional (PLA)

O português está presente no ensino básico em 84 países, ajudando a preservar essa língua como herança. Além disso, são mais de 357 instituições de ensino superior com ênfase no português mundo afora.


Fonte: https://macaulifestyle.com/


5. A arte, a literatura e a ciência têm uma quantidade vertiginosa de produção em língua portuguesa

O prestígio do português na academia tem crescido com a produção científica da língua. São cientistas, escritores, pesquisadores e professores, subsidiados ou não por seus países de origem, que obtêm sucesso em seu trabalho e contribuem para a visibilidade da língua portuguesa no contexto universitário.

Saramago recebe o Nobel de Literatura das mãos do rei Carl Gustaf, da Suécia

Fonte: Reuters/Peter Mueller/10-12-1998


6. Tudo vira meme!

O português é a terceira língua mais presente no Facebook e a quinta língua mais usada na internet. A presença da lusofonia nas redes é tão grande que muitas vezes aparece um meme “adaptado” do português nas línguas estrangeiras.


7. O português em breve será uma língua oficial da Organização das Nações Unidas

Tornar o português uma língua oficial da ONU está cada dia mais próximo. Para que isso seja possível, é preciso que a língua tenha sua relevância observada durante uma Assembleia Geral da ONU. O projeto já existe e foi iniciativa do governo português. São línguas oficiais até o presente momento: o árabe, o chinês, o espanhol, o francês, o inglês e o russo.

O primeiro-ministro português António Costa (esq.), durante encontro com o secretário-geral da ONU, António Guterres, em Nova York.

Fonte: EBC – Rádio Agência Nacional


8. A língua portuguesa também tem seus exames de proficiência

Há o Celpe-Bras, único exame outorgado pelo Governo Federal do Brasil, que certifica participantes desde o nível intermediário até o avançado superior. Portugal também tem seus exames de proficiência. O Centro de Avaliação e Certificação de Português Língua Estrangeira (CAPLE) oferece exames de proficiência tanto a estrangeiros quanto a falantes nativos de português residentes no exterior.

Fonte: http://www0.usal.es/webusal/


9. O português também é uma Língua de Acolhimento (PLAc)

Infelizmente, há muitas pessoas sofrendo perseguições religiosas, políticas e até mesmo étnicas. O Brasil tem acolhido muitos imigrantes, inclusive refugiados, e integrar essas pessoas à cultura brasileira requer oferecer a elas o Português como Língua de Acolhimento. Para isso, professores e organizações não governamentais como a Missão Paz e o ADUS ensinam português voluntariamente.

Fonte: UOL por Marcella Sevilla (Em SP, enquanto alguns refugiados aprendem português, outros ensinam árabe)


10. Falar uma língua é ser representante dela

Estamos acostumados a ouvir e até mesmo de falantes nativos "eu mal falo português", "português é muito difícil", "meu português é péssimo" e outras coisas do tipo. Concordamos que aquela gramática que se aprende na escola seja distinta em muitos aspectos da língua que usamos nas situações do dia a dia. Isso não quer dizer, entretanto, que ter dificuldades em memorizar aquelas regras faz de você um não falante da sua própria língua. A língua portuguesa? Ela é sua!

Fonte: http://namiradoleitor.blogspot.com/2013_05_19_archive.html

Até a próxima!

Eugênia Fernandes

Equipe Icepe

©2020 por Instituto Cultural de Ensino de Português para Estrangeiros.